Galeguinho da Roupa dissolve a tiros e pânico carreta da vitória do prefeito de Itabaiana

O empresário e arruaceiro oficial da cidade de Itabaiana, Carlito Ferreira de Jesus, o Galeguinho Roupa, está sendo acusado de ter dissolvido com tiros e pânico a carreata da vitória do prefeito eleito desta cidade, Adailton Sousa, PL.

O episódio, segundo os organizadores do evento de Adailton Souza, aconteceu por volta das 20h da noite desta segunda-feira, 16.

O evento havia se iniciado na avenida Luiz Magalhães, quando pessoas saíram em disparada e a pé, fugindo de tiros que o Galeguinho da Roupa supostamente dera pro alto.

“Foi uma coisa muito tensa. Ninguém ficou ferido a bala, mas houve pessoas machucadas pelo atropelo do corre-corre”, disse um dos organizadores.

Segundo esse organizador, Adailton Sousa teve de ser retirado às pressas do ciclo do evento para evitar o pior.

O prefeito eleito estava numa zona central da concentração, mais à frente, andando a pé em cumprimento às pessoas nas calçadas e quando acabara de subir numa caminhonete para seguir a carreata foi retirado dela imediatamente.

“Adailton Souza teve de ser retirado em um outro veículo, e às pressas, para evitar coisa pior”, disse o mesmo coordenador.

Galeguinho da Roupa é tido como um protegido do deputado estadual Luciano Bispo, MDB, e é um personagem que está acostumado a fazer arruaças em Itabaiana contra quem se oponha a Luciano ou pense diferente dele próprio.

O empresário e arruaceiro oficial da cidade de Itabaiana, Carlito Ferreira de Jesus, o Galeguinho Roupa, está sendo acusado de ter dissolvido com tiros e pânico a carreata da vitória do prefeito eleito desta cidade, Adailton Sousa, PL.

O episódio, segundo os organizadores do evento de Adailton Souza, aconteceu por volta das 20h da noite desta segunda-feira, 16.

O evento havia se iniciado na avenida Luiz Magalhães, quando pessoas saíram em disparada e a pé, fugindo de tiros que o Galeguinho da Roupa supostamente dera pro alto.

“Foi uma coisa muito tensa. Ninguém ficou ferido a bala, mas houve pessoas machucadas pelo atropelo do corre-corre”, disse um dos organizadores.

Segundo esse organizador, Adailton Sousa teve de ser retirado às pressas do ciclo do evento para evitar o pior.

O prefeito eleito estava numa zona central da concentração, mais à frente, andando a pé em cumprimento às pessoas nas calçadas e quando acabara de subir numa caminhonete para seguir a carreata foi retirado dela imediatamente.

“Adailton Souza teve de ser retirado em um outro veículo, e às pressas, para evitar coisa pior”, disse o mesmo coordenador.

Galeguinho da Roupa é tido como um protegido do deputado estadual Luciano Bispo, MDB, e é um personagem que está acostumado a fazer arruaças em Itabaiana contra quem se oponha a Luciano ou pense diferente dele próprio.

 

O Galeguinho da Roupa promove badernas até contra familiares. Há cerca de um ano, ele entrou num condomínio de luxo da cidade, no qual mora o cunhado Edson Passos, ex-candidato a prefeito de Itabaiana neste ano pelo MDB, e atirou contra um irmão.

Por esse episódio, houve um mandado de prisão contra ele, que fugiu, não chegou a ser preso e depois a turma do deixa-disso o amparou.

Hoje o Galeguinho da Roupa teria voltado. O ato dele no evento da comemoração desta segunda foi configurado como um atentado político contra Adailton Souza. O prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho, não estava no evento.  

Até o fechamento desta matéria, o Galeguinho da Roupa estava na Delegacia de Polícia de Itabaiana prestando depoimento sobre esse ato.

JL Politica.