Brasil deve receber 70 milhões de vacinas da Pfizer, diz secretário

Declaração de Arnaldo Medeiros foi em audiência na Câmara

Em audiência pública na Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira (9), o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros, afirmou que o Ministério da Saúde prevê o início da vacinação contra covid-19 através de compras dos lotes do consórcio da OMS, Covax Facility, com o objetivo de vacinar 10% da população brasileira.

Arnaldo Medeiros disse ainda que o Ministério da Saúde está prestes a assinar um memorando de entendimento para recebimento de 70 milhões de doses da vacina da Pfizer, que já iniciou a vacinação nesta semana no Reino Unido. 

De acordo com o secretário, na próxima semana terá início uma campanha nacional de conscientização da importância da imunização. O ministério da Saúde vai disponibilizar na íntegra o plano de vacinação contra a covid-19 em um documento de cerca de 90 páginas.

O presidente do Conass, Carlos Lula, defendeu que o Ministério da Saúde centralize e coordene a compra e distribuição das vacinas para que não haja, de última hora, uma corrida de estados e municípios atrás de insumos.

Um projeto de lei em andamento na Câmara dos Deputados prevê a importação de vacinas sem a necessidade de autorização da Anvisa, desde que elas sejam autorizadas por órgãos de controle de outros países como Japão, Estados Unidos, China e União Europeia. 

Fonte: RadioAgenciaNacional